A IMPORTÂNCIA DOS PROBIÓTICOS NA CURA DA AZIA, GASTRITE E REFLUXO Pular para o conteúdo principal

A IMPORTÂNCIA DOS PROBIÓTICOS NA CURA DA AZIA, GASTRITE E REFLUXO


O uso de probióticos pode auxiliar no tratamento de gastrite, azia e refluxo. Neste artigo é feita uma análise detalhada dos benefícios cientificamente comprovados do uso dos probióticos.



O QUE SÃO PROBIÓTICOS?


Probióticos são micro organismos vivos que são benéficos à saúde do seu hospedeiro. Eles promovem o equilíbrio em seu organismo.

Nós possuímos probióticos em nosso intestino, nas mucosas da nossa boca, nariz, garganta e esôfago

Uma pessoa normal tem cerca de 10 trilhões de bactérias, é mais do que o número de células do nosso corpo. 

BENEFÍCIOS DOS PROBIÓTICOS PARA A SAÚDE

Os benefícios atribuídos aos probióticos que têm base científica para fundamentá-los são os seguintes: 

- preservação a integridade do intestino;

- atenua os efeitos de doenças intestinais, como diarréia infantil, diarréia associada ao uso de antibióticos, doença intestinal inflamatória e colite;

- inibe a colonização gástrica com Heliobacter pylori que tem sido associado a gastrite, úlcera péptica e câncer de estômago; 

- estimulam a resposta imunológica;

- melhoram o quadro de reações alérgicas, saúde urogenital de mulheres e os níveis sanguíneos de lipídeos.

A presença de probióticos no organismo nos protege dos organismos patológicos (que causam doenças) de duas maneiras:

- Por antagonismo: competindo por nutrientes ou por espaço (local de fixação) e produzindo substâncias antimicrobianas como o ácido lático, por exemplo.

- Inibindo a ação patogênica: reduzindo os danos resultantes da ação de toxinas bacterianas. Nesse ponto a levedura Saccharomyces boulardii se destaca.


OS PROBLEMAS DO TRATAMENTO PADRÃO DE GASTRITE

O tratamento padrão contra gastrite hoje na medicina tradicional tem sido o uso de IBP ("prazóis") + antibióticos. Uma das formas é a chamada terapia tripla (IBP + amoxicilina + claritromicina), com a finalidade de eliminar a bactéria H. pylori de nosso estômago.

Ocorre que este tipo de terapia apresenta alguns problemas:

- os antibióticos matam além das bactérias patogênicas, as bactérias probióticas, provocando um desequilíbrio na microbiota intestinal (disbiose);

- a bactéria H. pylori está se tornando resistente aos antibióticos e há uma taxa de insucesso do tratamento;

- alguns pacientes interrompem o tratamento devido ao surgimento de efeitos colaterais (náusea, vômito, dispepsia, dor abdominal, diarreia e cefaléia).




BENEFÍCIOS DOS PROBIÓTICOS NA CURA DE GASTRITE, AZIA E REFLUXO 

Existem vários artigos científicos que comprovam que o uso de probióticos pode auxiliar na erradicação do H. pylori. 

Estudos feitos comparando o uso da terapia tripla (IBP + amoxicilina + claritromicina) juntamente com probióticos demonstraram aumento de 30% na taxa de erradicação da H. pylori e uma diminuição de 83% dos efeitos colaterais em comparação ao uso da terapia tripla sem probióticos.

Os probióticos se aderem à mucosa do estômago e produzem substâncias bactericidas que impedem a colonização de Helicobacter pylori. Também atuam no sistema imunológico auxilando na redução da inflamação das células
estomacais

Pesquisadores do Hospital Universitário Suíço em 2001 deram a 43 pacientes com gastrite, leite com L. johnsonii ou placebo por 3 semanas. Os que ingeriram probióticos tiveram uma diminuição significativa da quantidade de H. pylori e reduziram a inflamação e os sintomas da gastrite.

Pesquisadores chineses fizeram um estudo em 2004 com 59 pacientes infectados com H. pylori. Eles ingeriram iogurte com probióticos (Lactobacillus e Bifidobacterium) ou placebo por 6 semanas. A conclusão do estudo foi que o uso regular de probióticos é eficaz em erradicar o H. pylori.

Além disso, há estudo que demonstraram que o uso do kefir protege o estômago de lesões provocadas pelo uso de aspirina, revelando o efeito protetor da mucosa do estômago do uso de probióticos.

COMO AUMENTAR O NÚMERO DE PROBIÓTICOS EM NOSSO CORPO

A principal forma de aumentarmos o número de probióticos em nosso organismo é ingerir alimentos probióticos (fermentados) ou suplementos de probióticos.

Os probióticos não são capazes de instalarem no ecossistema digestivo definitivamente, mesmo após ingestão prolongada. Portanto é necessário uma ingestão diária de probióticos para mantê-los em nosso organismo.

A ingestão dos chamados pré-bióticos que são substâncias que servem de alimento para os probióticos e estimulam o seu crescimento . Eles estão presentes principalmente nas fibras alimentares.

Antigamente o homem possuía uma alimentação rica em micro organismos probióticos diretamente da natureza. 

No mundo moderno de hoje em dia, crescemos com medo de micróbios e temos um grande trabalho para eliminá-los de nossa comida. Nosso alimento é praticamente esterilizado, principalmente os alimentos industrializados.

Parece que esse mundo esterilizado fez aumentar o surgimento de doenças autoimunes e doenças gastrointestinais.

QUAIS OS MELHORES PRODUTOS PROBIÓTICOS?

Bom vou apresentar aqui uma pequena lista das melhores fontes de probióticos que podem ser utilizados para auxiliar o tratamento da gastrite, azia e refluxo.

1º- Kefir

O Kefir é uma bebida feita da fermentação do leite ou suco com grãos de kefir. Ele apresenta geralmente de 35 a 50 tipos de micro organismos não encontrados no iogurte comum. 

Os grãos de Kefir multiplicam-se conforme vão sendo cultivados e aumentam o seu tamanho, por isso, são tradicionalmente doados e as orientações para seu cultivo são passadas pessoalmente. 

Pesquisa científica demonstrou que o kefir é superior ao iogurte no tratamento do H. pylori. Foi utilizado um copo de kefir duas vezes ao dia no estudo. Outro estudo demonstrou que o kefir possui efeito protetor da mucosa gástrica

Este é o método de fermentação mais antigo que existe.

[ATUALIZAÇÃO]: como muitas pessoas me mandaram mensagem com dúvidas a respeito do kefir, escrevi este outro artigo que falo tudo sobre Kefir - clique aqui para ler.

2º- Kombucha

É uma bebida feita a partir da fermentação de um chá adoçado (sendo mais comum o chá preto ou chá verde) pela adição da colônia de Kombucha que é parecida com uma panqueca (rico em leveduras e bacterias acéticas em simbiose). Após alguns dias praticamente todo o açúcar foi fermentado, e a bebida está pronta a ser consumida ficando com sabor ácido mas ainda levemente doce.

Trata-se de um método de fermentação com mais de 2.000 anos.

3º- Iogurte caseiro

O iogurte caseiro apresenta uma apresenta valores de probióticos, energia, macronutrientes (carboidrato, proteína) e micronutrientes (cálcio, sódio, zinco, vitamina A) maiores do que o iogurte industrializado.

4º - Probióticos em cápsulas

A encapsulação dos probióticos é um processo destinado a concentrar e proteger os probióticos, e que oferece um proteção dos mesmos, colaborando, para que as células cheguem vivas e em altas concentrações no intestino humano.

Alguns devem ser conservados em baixas temperaturas.


5º - Iogurtes industrializados e leite fermentado

Os iogurtes industrializados ficaram por último pelos seguintes motivos: excesso de açúcar, conservantes e aromatizantes artificias. Além disso eles possuem menos probióticos que os iogurtes caseiros e alguns deles por incrível que pareça são pasteurizados antes da comercialização matando a maioria ou todos os probióticos.

Portanto ao comprar produtos industrializados observe se consta a observação de que há probióticos vivos em quantidade suficiente para fazer efeito. Um bom exemplo é o Yakult 40.



QUER APRENDER OUTRAS ESTRATÉGIAS 100% NATURAIS??
Faça o curso  MÉTODO ADEUS AZIA 1.0 nele você vai aprender tudo que precisa para eliminar as causas da gastrite, azia e refluxo de forma 100% natural; O método é explicado passo a passo para que você possa seguir com facilidade.
Veja o depoimento de uma das alunas.
Para saber mais e verificar se temos vagas disponíveis acesse: www.metodo.adeusazia.com.br



http://bit.ly/bMAA1


Curta nossa página do facebook para receber novidades.

------------------------------------------------------------------------------------
Fontes:

1. Abranches, M. Viana. Pré-bióticos, Pro-bióticos e Simbióticos: O que são, quando usá-los e como usá-los. 1ª Edição. Viçosa - MG: A. S. Sistemas, 2012.

2. Schwenk's, Donna. Cultured Food Life: Getting Started Guide Kefir. 1ª Edição. Wilmington, Delaware: LOGICAL BOOKS, 2012. Capítulo 3.

3. Schor, Jacob.Kefir Beats Yogurt in H. pylori Treatment: Kefir improves efficacy and tolerability of triple antibiotic therapy. <http://naturalmedicinejournal.com/journal/2011-05/kefir-beats-yogurt-h-pylori-treatment> Acesso em 30/01/2015.

4. Schor, ____. Kefir. <http://www.denvernaturopathic.com/kefir.html> Acesso em 30/01/2015.

5. Adams, Case. Heartburn Solved: How to reverse acid reflux and GERD naturally.

6. Onder Bekar, Yusuf Yilmaz, and Macit Gulten. Journal of Medicinal Food. April 2011, 14(4): 344-347. doi:10.1089/jmf.2010.0099.

7. Raizel, R.;Santini, E.; Kopper, A. M.; Filho, A. D. R. Artigo de Revisão: Efeitos do consumo de probióticos, prebióticos e simbióticos para o organismo humano. Revista Ciência & Saúde, Porto Alegre, v. 4, n. 2, p. 66-74, jul/dez 2011.

8. Stefe, C. de Araújo; Alves, M. A. Ribeiro; Ribeiro, R. Laino. Probióticos, Prebióticos e Simbióticos: Artigo de revisão. Saúde & Ambiente em revista, Duque de Caxias, v. 3, n.1, p.16-33, jan/jun 2008.

9. Wendling, L. K.; Weschenfelder, S. Probióticos e Alimentos Lácteos Fermentados: uma revisão. Rev. Inst. Laticínios Cândido Tostes, Juiz de Fora, v. 68, nº. 395, p. 49-57, nov/dez., 2013.

10. Wang, K.Y. et al. Effects of ingesting Lactobacillus and Bifidobacterium containing yogurt in subjects with colonized Helicobacter pylori. Am J Clin Nutr. 2004 Sep; 80 (3):737-41.

11.Bekar O, Yilmaz Y, Gulten M. Kefir improves the efficacy and tolerability of triple therapy in eradicating helicobacter pylori. J Med Food. 2011;14(4):344-347.

12. Acarturk, Gursel et al. The Protective Effects of Kefir in Aspirin-Induced Gastric Mucosal Damage: an experimental study. Acta Medica Mediterranea, 2014, 30: 875.

--------------------------------------------------------------------------------------------



Postagens mais visitadas deste blog

Azia e Refluxo? Saiba tudo sobre betaína HCl (Cloridrato de betaína)

Você já ouviu da betaína HCl? Ela também pode ser chamada de betaína cloridrato, cloridrato de betaína ou hidrocloreto de betaína.
Ela é considerada um suplemento alimentar. Ela tem um papel muito importante para sua digestão, funcionando como um reforço do seu suco gástrico. Se você sofre de azia ou refluxo a betaína cloridrato, em muitos casos, pode ajudá-lo a eliminar a causa do seu problema de forma natural.
Deixe eu te contar rapidamente como descobri a betaína HCl (cloridrato de betaína)
Antigamente, quando eu sofria com azia e refluxo eu logo procurava meu médico que me recomendava medicamentos para reduzir a acidez do estômago como omeprazol. Eu começava a usar o medicamento e sentia um grande alívio. Isto me fazia pensar que o problema era realmente excesso de ácido no estômago.
Mas passado um tempo do tratamento eu comecei a perceber que na verdade o refluxo continuava, só não estava mais me provocando azia. Além disso, com o uso prologado dos "prazóis" comecei a senti…

Aloe vera no Tratamento de Úlceras, Gastrite e Refluxo

Pesquisa científica feita com 18 pacientes, 12 com úlceras e 6 com problemas relacionados, testou o uso da Aloe Vera (também conhecida como Babosa) sozinha, como forma de tratamento.
Os resultados foram impressionantes!



Dos 12 pacientes com úlceras, 100% tiveram cura clínica, e 11 deles não tiveram recidiva.
Dos 6 pacientes com problemas relacionados 5 tiveram recuperação total e uma desistiu do tratamento.
O tratamento consistiu em...