Escândalo da Indústria Farmacêutica - Parte 1: O poder do dinheiro Pular para o conteúdo principal

Escândalo da Indústria Farmacêutica - Parte 1: O poder do dinheiro


Você alguma vez já tomou algum remédio que te fez mal? Acredito que todos nós já passamos por isso pelo menos uma vez na vida. Tomar um remédio para resfriado que te deixa sonolento, ou um remédio para fungo que te dá diarréia ou um anti-inflamatório que te causa uma gastrite.Existe uma palavra para definir isso: iatrogenia.

Iatrogenia representa uma doença, efeitos adversos ou complicações causadas por tratamento médico. Na área de farmacologia, a palavra iatrogenia refere-se a doenças ou alterações patológicas causadas pelos efeitos colaterais dos medicamentos.

Na maioria das vezes achamos isso normal, não é mesmo? Afinal de contas os efeitos colaterais estão descritos na bula do medicamento. E além disso, se o produto foi liberado para ser vendido nas farmácias deve ser seguro, a empresa farmacêutica tem responsabilidade e ainda existem órgãos reguladores que fiscalizam para garantir nossa segurança.

Mas será mesmo? Estou aqui para expor o lado oculto desta história, aquilo que ninguém quer que você saiba para que não perceba que essa sensação de segurança que temos ao comprar um medicamento vendido nas farmácias não é real.



Antes de continuarmos, vou lhe fazer uma pergunta e quero que reflita bem: A missão principal das indústrias farmacêuticas é ajudar as pessoas a ter alívio do seu sofrimento ou é dar lucro para os seus acionistas? Pense nisto agora e pense novamente após terminar de ler o que vou revelar para você.

Você sabia que a maioria das pesquisas científicas são patrocinadas por companhias farmacêuticas e que em 90% dos casos os resultados são favoráveis aos uso de medicamentos. E que as indústrias farmacêuticas exercem um grande pressão sobre os jornais médicos, oferecendo incentivos financeiros para publicar matérias que sejam favoráveis aos seus produtos.

A indústria farmacêutica ainda costuma oferecer presentes para os médicos, como forma de estimulá-los a prescrever os medicamentos de sua marca. Para se ter idéia, segundo o livro "PharmaIndustries: The Truth About Drug Companies" (Indústrias Farmacêuticas: A verdade sobre as empresas farmacêuticas) de Kyle Sheridan, em 2003 foram gastos pelas indústrias farmacêuticas cerca de US$25,3 bilhões em forma de amostra grátis, conferências, refeições, passagens aéreas e atividades de educação para médicos.


http://bit.ly/livrogratis5erros



No Brasil a prática também existe e a revista superinteressante fez em set/2009 uma matéria "Verdades inconvenientes sobre a indústria dos remédios" escrita por Tarso Araújo e Patrícia Vieira, falando sobre as estratégias (brindes, almoços, ofertas de viagens e congressos tudo pago) que a indústria farmacêutica utiliza para fazer com que os médicos prescrevam seus medicamentos. Na matéria também é exposta a relação das farmácias com os laboratórios, que teve inclusive uma CPI no ano 2000 para analisar a prática da "bonificação" que consistia em uma comissão, em dinheiro ou agrados, paga ao balconista ou farmacêutico por unidade vendida.

Como vemos parece que as Indústrias Farmacêuticas têm uma enorme influência sobre o que é recomendado pelos médicos e farmacêuticos que irão nos atender. Portanto tome cuidado! Pode ser que aquela receita médica ou aquela dica do farmacêutico sejam fruto do interesse no ganho de benefícios pessoais e não do interesse de oferecer a melhor opção de tratamento para o paciente.

Não perca a segunda parte desta cobertura: Escândalo da Indústria Farmacêutica - Parte 2: Matando inocentes.


É POSSÍVEL EVITAR OS EFEITOS COLATERAIS DOS MEDICAMENTOS!!
APRENDA UM MÉTODO 100% NATURAL

Conheça curso  MÉTODO ADEUS AZIA 1.0 nele você vai aprender um método passo a passo para eliminar as causas da gastrite, azia e refluxo de forma 100% natural.

Veja o depoimento de uma das alunas.
Para saber mais e verificar se temos vagas disponíveis acesse: www.metodo.adeusazia.com.br




http://bit.ly/CursoMAA


Postagens mais visitadas deste blog

Azia e Refluxo? Saiba tudo sobre betaína HCl (Cloridrato de betaína)

Você já ouviu da betaína HCl? Ela também pode ser chamada de betaína cloridrato, cloridrato de betaína ou hidrocloreto de betaína.
Ela é considerada um suplemento alimentar. Ela tem um papel muito importante para sua digestão, funcionando como um reforço do seu suco gástrico. Se você sofre de azia ou refluxo a betaína cloridrato, em muitos casos, pode ajudá-lo a eliminar a causa do seu problema de forma natural.
Deixe eu te contar rapidamente como descobri a betaína HCl (cloridrato de betaína)
Antigamente, quando eu sofria com azia e refluxo eu logo procurava meu médico que me recomendava medicamentos para reduzir a acidez do estômago como omeprazol. Eu começava a usar o medicamento e sentia um grande alívio. Isto me fazia pensar que o problema era realmente excesso de ácido no estômago.
Mas passado um tempo do tratamento eu comecei a perceber que na verdade o refluxo continuava, só não estava mais me provocando azia. Além disso, com o uso prologado dos "prazóis" comecei a senti…

A IMPORTÂNCIA DOS PROBIÓTICOS NA CURA DA AZIA, GASTRITE E REFLUXO

O uso de probióticos pode auxiliar no tratamento de gastrite, azia e refluxo. Neste artigo é feita uma análise detalhada dos benefícios cientificamente comprovados do uso dos probióticos.

Hipocloridria ou Acloridria: Saiba os perigos da baixa produção de ácido no estômago!

Hipocloridria significa baixa produção de ácido no estômago e Acloridria significa nenhuma produção de ácido. Estes quadros representam um sério problema para sua saúde e vou te explicar o porquê.

Sabe qual o papel do Ácido Gástrico na digestão dos alimentos que você come?

Nosso corpo trabalha como uma fábrica, cada órgão tem uma função na digestão da comida como uma linha de produção. A boca funciona como um triturador que reduz o alimento em pedaços menores para possamos engolir, depois a comida vai para o estômago, que funciona como um liquidificador ou processador de alimentos, transforma o alimento em uma "sopa ácida" chamada quimo graças à ação do suco gástrico.


Esta "sopa ácida" sai do estômago e vai para o duodenoque ao perceber a presença de um pH ácido (entre 2 e 4,5) libera um hormônio chamado secretina. A secretina é responsável por estimular o pâncreas a produzir bicarbonato de sódio e enzimas digestivase incentiva o fígado a produzir bile (que é armazena…